Corpo de Bombeiros

Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Santana

Quartel

Algumas características do Quartel

2007

Ano de construção

Abril 2007

Data de Inauguração

Julho 2007

Data da Transferência Operacional

1860,00 m²

Área de Construção

597,20 m²

Área aparcamento, oficinas e arrumos

725,55 m²

Área de comando, de administração e gestão de emergências

421,60 m²

Área de alojamento

1120,00 m²

Área da parada operacional

Galeria do Quartel


Quadro de Comando

Comandante

José António Freitas

2º Comandante

Manuel Paulo Leme de Freitas

Organograma de Comando

Comandante

2º Comandante

Adjuntos de Comando

Núcleos de Apoio e Estado Maior

1ª Companhia

Área de Planeamento, Operações e Informações

Área de Pessoal e Instrução

Área de Logística e Meios Especiais

Área de Comunicações

Primeira
Seçcão

Brigada A

Equipa 1

Equipa 2

Brigada B

Equipa 3

Equipa 4

Segunda
Seçcão

Brigada C

Equipa 5

Equipa 6

Brigada D

Equipa 7

Equipa 8

Terceira
Seçcão

Brigada E

Equipa 9

Equipa 10

Brigada F

Equipa 11

Equipa 12

Quadro Ativo

Carreira de Oficial Bombeiro

Oficial Bombeiro Superior

Oficial Bombeiro Principal

Oficial Bombeiro de 1ª

Oficial Bombeiro de 2ª

Estagiário

Carreira de Bombeiro

Chefe

Subchefe

Bombeiro de 1ª;

Bombeiro de 2ª

Bombeiro de 3ª

Estagiário

Carreira de Bombeiro Especialista

A carreira de bombeiro especialista é constituída por elementos, que devido à sua especialização, integram o quadro ativo em apoio ao C.B., em funções diretamente associadas a essa especialidade.

Quadro de Reserva

Podem ingressar no quadro de reserva os elementos do corpo de bombeiros que:

  • Atinjam o limite de idade para permanência na respetiva carreira e não reúnam os requisitos para ingressar no quadro de honra;
  • Estejam impedidos de prestar serviço regular por período superior a um ano;
  • Por razões de saúde, revelem incapacidade ou dificuldade no exercício das suas funções;
  • Não tenham cumprido, durante o ano anterior, o serviço operacional previsto no artigo 18º do Decreto Legislativo Regional n.º 14/2016/M, de 11 de março;

Quadro de Honra

Podem ingressar no quadro de honra, no cargo que detinham, os elementos do quadro de comando que:

  1. Tenham 40 ou mais anos de idade e exercidas funções de comando durante mais de 15 anos;
  2. Tenham 40 ou mais anos de idade e prestado serviço efetivo, no C.B., com zelo, dedicação, disponibilidade e abnegação, durante mais de 20 anos, com pelo menos 10 anos de funções no quadro de comando;
  3. Independentemente da idade e do tempo de serviço, tenham adquirido incapacidade física em resultado de doença ou acidente ocorridos no exercício das funções de comando;
  4. Independentemente da idade e do tempo de serviço, tenham prestado serviços à causa dos bombeiros nas funções de comando, classificados, justificadamente, como de carácter excecional.

Podem ingressar no quadro de honra os elementos do quadro ativo que:

  1. Tenham 40 ou mais anos de idade e prestado serviço efetivo, com zelo, dedicação, disponibilidade e abnegação, durante mais de 15 anos;
  2. Podem também ingressar no quadro de honra os elementos do quadro de reserva, desde que, reúnam os requisitos previstos.

Dever. Honra. Comunidade.

Torna-te bombeiro!

Viaturas

Os veículos e equipamentos do Corpo de Bombeiros quanto a tipo, características, classificação, normalização técnica e dotação mínima, observam o estabelecido no regulamento definido para o efeito.

Ligeiros


1950 ABSC 52 3

Ambulância de Socorro

Ambulância de Socorro


1950 ABSC 53 3

Ambulância de Socorro

Ambulância de Socorro


1950 ABTD 51 3

Ambulância de Transporte de Doentes

Ambulância de Transporte de Doentes


1950 VSAT 50 3

Veículo de Socorro e Assistência Tático

Veículo de Socorro e Assistência Tático


1950 VCOT 50 7

Veículo de Comando Tático

Veículo de Comando Tático


1950-VLCI-01 3

Veículo Ligeiro de Combate a Incêndios

Veículo Ligeiro de Combate a Incêndios


1950 VTPT 50 5

Veículo de Transporte de Pessoal Tático

Veículo de Transporte de Pessoal Tático


1950 VTPG 50 9

Veículo de Transporte de Pessoal Geral

Veículo de Transporte de Pessoal Geral


1950 VETA 50 5

Veículo Com Equipamento Técnico de Apoio

Veículo Com Equipamento Técnico de Apoio

Pesados


1950 VTTU 50 2

Veículo Tanque Tático Urbano

Veículo Tanque Tático Urbano


1950 VFCI 50 6

Veículo Florestal de Combate a Incêndios

Veículo Florestal de Combate a Incêndios


1950 VFCI 51 6

Veículo Florestal de Combate a Incêndios

Veículo Florestal de Combate a Incêndios


1950 VUCI 50 5

Veículo Urbano de Combate a Incêndios

Veículo Urbano de Combate a Incêndios

Quadriciclos


1950-VPOE-01 1

Veículo Para Operações Específicas

Veículo Para Operações Específicas

Legislação

Aceda à legislação vigente nos links abaixo.

Características do Corpo de Bombeiros

O corpo de bombeiros de Santana:

  • Pertence a uma Associação Humanitária de Bombeiros;
  • É constituído por bombeiros em regime de voluntariado;
  • Dispõe de uma unidade em regime de permanência, bombeiros profissionais, composta por uma secção, conforme previsto no regulamento do modelo de organização dos corpos de bombeiros voluntários e mistos não pertencentes aos municípios, na RAM;
  • Estrada José Gonçalves Valente nº16,
    9230-106 Santana

    Coordenadas GPS:
    32.8096987
    -16.8869951